Bobby dá uma “descrição faixa por faixa” do álbum “Love and Fall”: desde inspirações por filmes até colaboradores do Kpop.

6 de outubro 2017 Sem categoria Por Marília Campello

bobby-ikon-2017-YG-Entertainment-billboard-1548

Enquanto que para os fãs pode ter sido uma surpresa ouvir que o membro do iKON, Bobby, estava se preparando para um álbum solo completo com menos de dois anos desde o debut de seu grupo; o jovem de 21 anos tem esperado por seu momento para provar a si mesmo que é um criador/compositor competente.

“Eu queria ser um músico antes de me tornar um rapper,” diz Bobby — que passou a maior parte de sua infância na América, antes de se mudar para Seul e treinar para sua carreira no K-pop — enquanto fala sobre suas ambições e conta sobre suas inspirações por trás de seu LP Love and Fall. “Antes de querer ser um músico, eu queria ser um artista. Eu queria aproveitar essa chance para mostrar vários lados de mim mesmo e que eu posso me encaixar nesses vários papéis.”

Artisticamente, Bobby alcançou esse objetivo com Love and Fall, saindo do hip-hop difícil de atingir, pelo qual ele é conhecido (“Up” e a tocante faixa “Runaway”) para cantar na refrescante e tropical-dançante faixa “I Love You” e se arriscando em baladas com foco no ritmo R&B como “In Love.” Fãs também têm dado suas aprovações ao esforço, com Love and Fall levando o 2° lugar no Billboard’s World Albums chart em seu lançamento, alcançando a melhor posição que o iKON já atingiu até então.

Enquanto até PSY tem olhado para Bobby e seus companheiros de grupo do iKON como “A próxima geração que vai levar a história do K-pop para frente” (“Eu me sinto honrado sabendo que uma pessoa que eu realmente admiro pensa assim,” diz Bobby), a exploração de diferentes gêneros musicais em Love and Fall, prova que o iKON tem uma arma secreta de criatividade em Bobby, também evidenciado pelo vasto conjunto de visões e obras de arte que ele compartilha na gravação.

“I Love You” — “Não é fácil para o amor vencer o tempo,” ele diz sobre sua faixa que foi inspirada por ‘A Man and a Woman’, um quadrinho (também conhecido como “webtoon”) popular na Coréia em 2014, que trata sobre relacionamentos quando se tem 20 anos. “Eu queria expressar isso com animação e a sensação de se ‘desapaixonar’ — o apego é a única coisa que sobra.”

“Runaway” — “Eu queria receber empatia de pessoas que desejam escapar,” Bobby compartilha sobre sua primeira canção solo, que ele criou para este projeto há dois anos atrás. “Quando eu passo por pessoas mais novas nas noites de sexta-feira, quando eu estou saindo do trabalho, olhando pela janela do carro, etc., às vezes eu fico com inveja.”

“Alien” — “Nós quase sempre vemos em dramas [coreanos] um cara rico se apaixonar por uma garota pobre, porém pura e inocente. E eu quis colocar esse tipo de história em uma música.”

“Tendae” — “Essa música é sobre um cara que está ‘na pior’ e tem algo a dizer pra uma garota,” ele fala sobre a faixa que foi inspirada pelo clássico ‘500 Dias com Ela’, estrelado por Joseph Gordon-Levitt e Zooey Deschanel. “É sobre um cara que quer sair da ‘friend zone’.”

“Up” — “Nós nos divertimos muito,” Bobby fala sobre sua colaboração com o membro do WINNER, Mino, nessa faixa que foi gravada enquanto os dois estavam trabalhando em seu projeto da unit MOBB. “Nós não estávamos realmente pensando muito enquanto fazíamos essa música.”

“Secret” — “Enquanto eu estava trabalhando nessa música, DK estava comigo, entre trabalho e brincadeiras um clima adequado para que ele participasse da música surgiu naturalmente,” ele compartilha sobre a faixa que tem a colaboração de seu colega de grupo.

Então eu disse pra ele, “Eu acho que essa musical seria melhor com a sua voz’ e então ele resolveu participar. Eu também pensei que a voz doce da Katie [Vencedora do Kpop Star 4 e cantora da YG Entertainment] seria como a cereja do bolo, então eu fiz o convite à ela… meus membros [iKON] ficaram impressionados com o resultado. Quando foi confirmado que eu lançaria meu álbum solo, meus membros ficaram mais que felizes por mim, porque eles foram as pessoas mais próximas a acompanharem o processo de criação.”

“In Love” — “Eu fui inspirado pelo filme ‘O Diário de uma paixão’.”, diz Bobby sobre a faixa mais próxima de uma balada do álbum. “Os personagens principais, Noah e Allie, estavam desesperadamente apaixonados. Quando Noah vai embora para servir na Segunda Guerra Mundial, sua partida é como um veneno para Allie. Mesmo ela indo embora, Noah continua esperando ela voltar. Eu realmente gostei da história”.

“Swim” — A última composição do álbum, “Swim” foi inspirada por uma simples foto, que Bobby descreve como “Um cara e seu quarto inundado por água. A partir dessa foto, eu criei a letra.”

“Firework” — “Eu sempre pensei que fazer uma música para alguém especial era algo realmente romântico,” ele diz sobre a faixa inspirada na trap-music. “É por isso que eu decidi fazer uma música para várias pessoas não específicas. Talvez eu tenha realmente me tornado um homem de várias mulheres.”

“Lean on Me” “Essa música é para aqueles que já se feriram, mas têm que lidar com a realidade sorrindo,” ele fala sobre a faixa de encerramento do álbum. “Todos deviam ser felizes, mas a vida pode ser difícil às vezes. Essa música é para animar estas pessoas, para mostrar a elas meu apoio.” Ele acrescenta uma mensagem para os fãs que têm animado e torcido por ele: “Eu vou tentar mostrar melhoras no meu trabalho. Por favor, se lembrem: O que não me matar, me fortalecerá!”

Matéria feita por Jeff Benjamin

_____
FONTE: BILLBOARD

Post escrito por Marília Campello